Xiaomi lançará serviços bancários em breve na Índia

“A empresa chinesa pretende se beneficiar da sua posição, como a principal fornecedora de smartphones no mercado indiano, para fazer frente aos grupos de serviços financeiros no país.”

Segundo a Reuters, a Xiaomi deve lançar um serviço de empréstimo pessoal na Índia nas próximas semanas. A empresa lovará o “Mi Credit” ao país para fornecer aos usuários empréstimos de até 100 mil rúpias (cerca de R$ 5,7 mil). O serviço deve começar a funcionar nas próximas semanas, com uma taxa de juros mínima de 1,8%.

A empresa chinesa pretende se beneficiar da sua posição, como a principal fornecedora de smartphones no mercado indiano, para fazer frente aos grupos de serviços financeiros no país. Na Ásia, a Xiaomi já enfrenta uma forte concorrência de bancos, gigantes da tecnologia global, start-ups de tecnologia financeira e outras empresas do setor. Porém, com cerca de 70 milhões de usuários da Xiaomi na Índia, a gigante chinesa espera conseguir se destacar.

A empresa ainda precisa reavaliar algumas maneiras de lidar com os dados de seus clientes. Os consumidores indianos têm demonstrado cada vez mais interesse em privacidade de dados, e gigantes da tecnologia como a Google e o Facebook precisaram se adequar às exigências do público no país.

Expandindo os negócios
A Xiaomi é hoje a quarta maior fornecedora de smartphones do mundo. Porém, seus negócios dependem, principalmente, da venda de serviços para gerar lucro a longo prazo. Isso pode criar um ambiente de incertezas para a empresa, que divulgou ganhos decepcionantes no segundo trimestre.

Em março a Xiaomi lançou na Índia, um aplicativo de pagamentos. O Mi Pay teve uma boa aceitação no país e é mais um indício de que a empresa quer ampliar sua participação no mercado local. Uma fonte relatou à Reuters que “Eles parecem estar seguindo os líderes de mercado, [como] Apple e Google, onde um smartphone se tornará, mais do que apenas um telefone, uma jogada financeira”.

Fonte: TecMundo